Jump the navbar

Diretório de Informação em Saúde

Casos Notificados de Doenças de Declaração Obrigatória

Março 29, 2011 | No Comments

DGS

Características

Nome

Casos Notificados de Doenças de Declaração Obrigatória (Apuramentos)

Instituição responsável
Direcção Geral da Saúde

Descrição

O Instituto Nacional de Estatística, IP (INE), divulga informação sobre casos notificados de doenças de declaração obrigatória (DDO) no País, recolhida pela Direcção-Geral da Saúde (DGS), desde 1969. A lista de DDO sofreu várias alterações, conforme aos diversos diplomas legais emitidos pelas autoridades sanitárias. A informação relativa a infecções por VIH é obtida em separado, pelo que não consta desta recolha administrativa de dados. Com base na informação recebida da DGS, o INE organiza os quadros de apuramento para divulgação.

Palavras-chave

DDO; notificação

Objectivos

Divulgar estatísticas de Casos Notificados de Doenças de Declaração Obrigatória (DDO)

Método de recolha/Fonte

Os apuramentos de casos notificados de doenças de declaração obrigatória (DDO) são obtidos anualmente junto da Direcção-Geral da Saúde (DGS), em ficheiro Excel.

Inserido num projecto internacional?

Não

Lista de anos recolhidos

De 1969 a 2008

Periodicidade da recolha

Anual

Âmbito geográfico

Municipio

População-alvo

Casos diagnosticados de doenças de declaração obrigatória (excepto HIV/SIDA) ocorridos no País.

Variáveis

Casos notificados de doenças de declaração obrigatória (DDO), por sexo, segundo a idade (n.º)

Data da última actualização

12 de Agosto de 2009

Sistema de controlo de qualidade

Acesso à informação

Nome do responsável

Miguel Pereira

Judite Catarino

Contacto (email)

miguel.pereira@ine.pt

jcatarino@dgspt.wpengine.com

Público com acesso

Não se encontra disponível em base de dados

Meios de acesso à informação

Indicadores disponíveis no Portal do INE (www.ine.pt)

Cobrança

Indicadores disponíveis no Portal do INE são gratuitos

Documentos de referência

  • Google
  • Blinklist
  • del.icio.us
  • digg
  • facebook
  • reddit
  • technorati
  • twitter
  • rss

There's no comments to this post.
Be the first using the form below

Leave a Reply

* Required Fields